Crianças de São João do Arraial participam de atividades recreativas em casa

Publicado em 20/06/2020 - 10h05

Durante o período de isolamento, muitas famílias deixam de interagir por conta da tensão e insegurança em sair de casa. Para minimizar esse efeito da pandemia, a Prefeitura de São do Arraial, por meio da Secretaria Municipal de Educação, e em parceria com o Conselho Tutelar, promove tardes lúdicas com as crianças da cidade. Todas as ações – como brincadeiras com palhaços e entrega de pirulitos, balões e máscaras de tecido – obedecem às normas de proteção contra o coronavírus.

Segundo Vilma Lima, prefeita de São João do Arraial, a ação busca descontrair as famílias com atividades lúdicas, ao mesmo tempo que orienta sobre as medidas de combate ao coronavírus. “Mesmo reforçando as medidas de proteção contra a covid-19, estamos todos precisando de leveza. É um momento de isolamento e tem muita tensão, mas precisamos encontrar alternativas para trabalhar esse momento com a criançada.  Estamos vivendo momentos complicados, mas a alegria deve continuar, para o bem da nossa saúde física e emocional”, frisa a gestora.

A ação também é uma estratégia para aproximar as famílias do Conselho Tutelar, estreitando laços e criando um canal de apoio, como explica Raimunda Barbosa, conselheira tutelar do município. “O momento é importante para aproximação entre o Conselho, as crianças e os pais. Além disso, podemos descontrair com as famílias, levando brincadeiras que permitem a interação, ainda que controlada”, pontua a conselheira.

Para Rosa Lima, secretária de educação de São João do Arraial, o encontro também acontece para acompanhar o desenvolvimento educacional das crianças e levar alegria durante a visita. “Um encontro maravilhoso em que podemos realizar atividades com as crianças na porta das casas. Também é possível identificar a situação das atividades escolares das crianças, orientando sobre o compromisso de fazer as tarefas e acompanhar a necessidade das famílias para que o processo continue dando certo”, finaliza Rosa Lima.

As atividades acontecerão semanalmente, intercalando entre bairros da zona urbana e localidades da zona rural, durante o período em que os alunos estiverem fora das salas de aula, observando os cuidados com a segurança de quem recebe as visitas.