23 / 02 / 2017

A prefeita municipal de São João do Arraial Vilma Lima (PT), participou na noite da última sexta-feira (17) da sessão solene da Câmara Municipal de São João do Arraial, que marcou o início do ano legislativo de 2017. Também comparecerem os secretários municipais da Educação, Rosinha Lima; da Administração, Adoral Melo; da Saúde Alcioneide Lopes e diversas lideranças políticas e comunitárias de São João do Arraial.
 
A prefeita foi oficialmente convidada pela mesa diretora da câmara municipal para participar da sessão solene e também, para fazer uma explanação sobre a situação do município e dos projetos demandados pela administração municipal no ano de 2017. 
A prefeita ouviu atentamente a fala de todos os vereadores que só na primeira sessão apresentaram nada menos que 29 requerimentos, contendo os mais diversos pedidos para resolução da administração, como: recuperação de estradas, perfuração de poços e sistemas de abastecimento de água, reformas e ampliação de prédios públicos, mais médicos, construção de pontes e bueiros, equipamentos hospitalares e até serviços de wi-fi grátis para a juventude.
 
A prefeita iniciou sua fala se dizendo imensamente triste ante aos falecimentos recentes de vários entes queridos rogando a Deus e prestando sua solidariedade aos familiares e amigos dos falecidos. A prefeita também se disse entusiasmada com os 29 pedidos dos vereadores, procurando apontar soluções para a grande maioria dos temas abordados nos requerimentos: 
Sobre os sistemas de abastecimento de água:
A prefeita relata aos vereadores que antes mesmo de assumir as funções de prefeita municipal, teve o cuidado de fazer diversos pedidos ao Governador Wellington Dias (PT) durante algumas passagens dele pela Região dos Cocais e que, dentre estes pedidos estão alguns poços já perfurados em várias regiões do município, como: Cajueiro, Picada dos Porcos, Passagem do Leite e sede do município em parceria com a AGESPISA. 
 
Sobre como equipar os poços: A prefeita anunciou a boa notícia dizendo que já nesta segunda-feira (20) todos os locais onde foram perfurados poços serão cercados e iniciadas a construção das casas de bombas, restando apenas homologação de uma licitação para fazer a compra de bombas que equiparão os poços. “Acredito que no máximo em 60 dias esses 4 primeiros poços já estejam equipados” e entregues a população”.
 
Sobre as estradas:
A prefeita explica que ainda não deu início a recuperação das estradas por estar dependo de licitação para compra de pneus e peças para os maquinários e agora por conta do período de chuvas mais intensas o dificulta o serviço, mas que tudo está andando rápido e que no mais breve tempo possível a reconstrução das estradas estará sendo feita.
 
Sobre construção de pontes e bueiros:
A prefeita citou o exemplo da ponte que dá acesso a comunidade cabaceiros e que a mesmo foi um dos pedidos feitas ao governador, que por sua vez autorizou a construção da ponte em parceria com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural. “A SDR já enviou um engenheiro que fez todas as medias, o projeto e orçamento, faltando agora a execução do projeto”. 
 
Sobre reformas de prédios públicos:
A prefeita explica que desde a primeira semana da gestão determinou a secretaria de educação fazendo a reforma de vários prédios públicos e em especial as escolas municipais para o início do ano letivo.
 
 

17 / 02 / 2017

A Prefeitura Municipal de São João do Arraial vem a público externar o pesar e a profunda tristeza pela morte do senhor Domingos Marques de Lima, ou simplesmente, DOMINGOS MARQUES, ocorrida na última quinta-feira (16) na cidade de Parnaíba.
 
Domingos Marques sofreu um AVC (acidente vascular cerebral), e estava internada no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde, na Cidade de Parnaíba, onde morreu no final na manhã desta quinta-feira (16).
 
A prefeita Municipal Vilma Lima (PT) decretou Luto Oficial de 02 (dois) dias e em nome da esposa, a senhora Rita Lima, dos filhos, dos familiares e dos amigos.
 

13 / 02 / 2017

A Prefeitura Municipal por meio da Secretaria Municipal de Educação surpreendeu a população de São João do Arraial durante a última sexta-feira (10) com um convite a leitura, realizado diretamente na Praça de São João Batista, no centro de São João do Arraial. Trata-se do Programa “MINHA CIDADE LER”, idealizado pela secretária de Educação Rosinha Lima e sua equipe. 
 
Na prática o projeto tem por objetivo oferecer a população em geral e de maneira especial aos jovens e crianças o contato mais direto com o universo literário, através de leituras ao ar livre e promoção do lazer através dos livros e da leitura. 
 
Durante todo o dia a Praça de São João foi tomada por cordéis com dezenas de títulos de livros infantis, didáticos, paradidáticos, revistas e publicações diversas.  A ação atraindo a atenção dos que por ali passavam atraindo curiosos, que inclusive, pararam para ver e até ler algumas das publicações disponíveis.
A ação foi realiza durante todo o dia (10) na Praça de São João Batista e nas dependências da antiga igrejinha de São João, que hoje, é utilizada como apoia aos grupos apostólicos da igreja e grupos culturais que utilizam o espaço para ensaios.
 
Rosinha Lima, destaca que o programa “Minha Cidade Ler” será instalado na Praça de São João Batista no mínimo uma vez por mês, com a disponibilização de dezenas de livros, revista e publicações diretamente para a população.  “Além dos livros, o espaço também será palco de manifestações culturais para diversos públicos”. Finaliza a secretária.
 
DIA “D” do EJA
 
Na mesma ocasião também foram realizadas matriculas do Programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA), o “DIA D” do EJA. Os interessados puderam realizar suas matrículas no próprio local, independentemente de onde irão estudar. A prefeita Vilma Lima e a diretora da Unidade de Educação de Jovens e Adultos da SEDUC, Conceição Andrade, prestigiaram o evento.
Segunda a coordenadora do EJA em São João do Arraial, a professora Joana Daura, além das matrículas realizados no dia “D”, também serão feitas nos próximos dias campanhas de visitas casa a casa na zona rural e zona urbana, com o objetivo de identificar alunos de perfil mais vulnerável, como os que moram na zona rural, as mães de família e trabalhadores que não possuem tanto tempo disponíveis e querem estudar. 
Joana Daura informa ainda, que, estão sendo ofertadas vagas para o Ensino Fundamental e Médio. Para realizar a matrícula, o interessado terá que ter em mãos os documentos pessoais (RG e CPF), comprovantes de residência e histórico escolar. Na ausência do último, será realizada uma avaliação diagnóstica.