15 / 06 / 2015

A organização XI FESTIVAL CULTURAL DOS COCAIS, tradicionalmente realizada de 19 a 23 de junho em São João do Arraial, sempre paralelo aos festejos de São João Batista, transferiu o evento para nova data, 01 a 04 de julho. A transferência do evento foi uma exigência da Igreja Catalítica através do conselho pastoral e do Pároco da cidade o Pe. Luís Gomes.
 
A principal alegação da igreja, é a de que os fiéis católicos participam mais dos eventos do festival, do que, dos eventos da igreja, inclusive, muitas vezes esvaziando a igreja em detrimento dos leilões e outros eventos que acontecem após as missas. Outra alegação, é a de que, muitos veem à cidade supostamente para os festejos de São João Batista, e ao chagar, participam apenas do festival, deixando os festejos do santo em segundo plano.
 
A organização do festival se defende, dizendo que o festival atrai gente tanto para o festival cultural, quanto para os festejos de São João Batista. Outra defesa, é a que o Festival Cultural é uma indústria de consumo de bens e serviços, que acontecem exclusivamente em função do festival e que beneficia principalmente os festejos como o empoderamento financeiro da população.
 
Vale ressaltar que a gestão municipal se esforçou muito para manter a tradição do festival cultural no mês de junho, paralelo aos festejos, inclusive adiando essa decisão por vários anos.  Atualmente o Festival Cultural dos Cocais é realizado pela Prefeitura Municipal de São João do Arraial e pela ASCOCAIS (Associação Cultural dos Cocais).
 

15 / 06 / 2015

Boi Bumbá, Bumba Meu Boi, Boi Calemba, Cavalo-Marinho, Bumba de reis ou Reis de boi, Boi Pintadinho, Boi de mamão, boizinho... e os nomes se multiplica de acordo com a região brasileira onde ele é brincado. Para os nordestinos é simplesmente: Bumba Meu Boi, uma das festas folclóricas mais tradicionais do Brasil, que já tem inclusive data no calendário para sua comemoração, 30 de junho, “Dia do Bumba-meu-Boi”.
 
Bumba Meu Boi, será o tema o XI FESTIVAL CULTURAL DOS COCAIS, que será realizado de 01 a 04 de julho, escolhido para pela organização. Segundo os organizadores, é uma forma de fazer um resgate das brincadeiras de boi, que aconteciam até bem poucas décadas em diversas comunidades de São João do Arraial e municípios vizinhos. 
 
Como a escolha do tema, a organização espera fazer uma espécie de resgate de muitos grupos de bois, hoje, praticamente esquecidos em São João do Arraial e nos diversos municípios da Região dos Cocais piauiense. 
 
Segundo informações colhidas com o coordenador municipal de cultura do município, e um dos responsáveis pela organização do festival, o biólogo e professor Miguel Simião da Silva, São João do Arraial já tive vários grupos que promoviam brincadeiras de boi, principalmente as comunidades Marruazinho, São José dos Órfãos, São Raimundo e Chapada Sindá.
 
Miguel Badú, explica que atualmente existem penas um boi na comunidade Olho D´água dos Negros, o “BRILHO DA NOITE”, e o “BOI BRILHO DO ARRAIÁ”, que está sendo preparado em São João como componentes remanescentes de outros bois que se acabaram com o tempo.
 
As denominações, Bumba Meu Boi, são mais comuns na Região Nordeste, e Boi Bumbá, nos Estados do Pará e Amazônia, contudo, trata-se de um folguedo brasileiro, que os historiadores acreditam, ter nascido no nordeste, por volta do início do século XVIII, misturando aspectos das culturas portuguesa, negra e indígena. 
 
A lendo do Bumba-meu-Boi, conta a história de um casal de escravos, Pai Francisco e Mãe Catirina. Grávida, Catirina começa a ter desejos por língua de boi. Para atender suas vontades, seu marido tem de matar o boi mais bonito de seu senhor. Percebendo a morte do animal, o dono da fazenda convoca curandeiros e pajés para ressuscitá-lo. Quando o boi volta à vida, toda a comunidade celebra.
 
O Bumba Meu Boi é semelhante a um auto, misturando danças, músicas, teatro e circo, combinando ainda, elementos de comédia, drama, sátira e tragédia, tentando demonstrar a fragilidade do homem e a força bruta de um boi.
 

10 / 06 / 2015

A comissão encarregada de preparara o processo de seleção dos novos membros do Conselho Tutelar dos Direitos da Criança e do Adolescente de São João do Arraial, divulgou na manhã desta quarta-feira (10/06) os nomes inscritos para a primeira de 3 (três) fase do processo de seleção.
 
O processo foi iniciado com a divulgação de edital público, publicado no diário oficial dos municípios na edição do dia 27 de março de 2015. Segundo o edital, para participar todos os candidatos terão que ter idade mínima de 21 anos, ensino médio completo e dois anos de experiência com crianças e adolescentes. O objetivo é preencher 5 vagas de conselheiros pelo quadriênio 2016/ 2019.
 
As inscrições encerraram no último dia 29 de maio de 2015. Todos os candidatos inscritos serão avaliados por meio de análise de documentos, capacitação, exame de conhecimento específico, e por último processo de votação unificado, sendo que esta etapa será responsável por definir os Conselheiros Tutelares e seus suplentes.
 
Confira a relação dos nomes dos candidatos inscritos e sujeitos a impugnação:
 
1. Agostinho José de Albuquerque Filho
2. Ana Licia de Oliveira Rodrigues
3. Antonio Francisco Azevedo da Silva
4. Aurilene Pires de Oliveira
5. Fernanda Lima Silva
6. Francisca Lima Machado 
7. Geraldo de Oliveira Rodrigues
8. Gisalda Pereira de Lima Mouta
9. Irismara da Silva Lima
10. José Iram Sampaio Lima
11. Kivia Kaline Machado Santana Cavalcante
12. Laiane Santana Damasceno 
13. Madalena Rodrigues Cardoso
14. Manoel Hugo de Oliveira Filho 
15. Maria Deisy Meneses da Rocha
16. Maria Licia de Oliveira
17. Marinalda Rodrigues da Silva
18. Maricelia Maria da Silva Soares
19. Raimundo Nonato Barbosa dos Santos 
20. Renato de Castro Oliveira
21. Ravena Araujo Silva
22. Sergio de Sousa Oliveira
23. Tatiana de Oliveira Machado
24. Valquicia Cavaleiro Cosme
25. Zenilde Maria dos Santos