21 / 03 / 2019

A Prefeitura de São João do Arraial por meio da Secretaria Municipal de Assistência social iniciou na manhã desta quarta-feira (20) a implantação do Projeto Pelotão Mirim para 60 jovens carentes com idade que vão de 8 a 17 anos. O projeto tem foco na prevenção e redução da violência e criminalidade, bem como o combate ao uso de entorpecentes.
 
Para participar do projeto, o jovem de estar obrigatoriamente matriculado e frequentando regularmente as aluas em uma das escolas da rede municipal de ensino, obter boas notas e de preferência participar de algum programa de transferência de renda do Governo Federal.
 
Todo o material necessário para o funcionamento do projeto, como equipamentos, fardamentos, lanches, etc., será fornecido pela prefeitura através da SEMAS. As aulas acontecerão todas as quartas-feiras pela manhã e pela tarde. A monitoria será conduzida pelo experiente instrutor Jozeldo Nunes, que já conduziu com sucesso a implantação de Pelotões Mirim nas cidades de Luzilândia, Madeiro e Joca Marques
 
A prefeita Vilma Lima (PT) destaca que o objetivo principal do projeto é promover uma atuação mais forte do município na vida dos jovens por meio de orientações que possibilitem a promoção do bem estar social, moral, cívico, pedagógico, esportivo, cultural e educacional dos jovens.
 
A secretaria de Assistência Social, Zélia Oliveira, explica que inicialmente serão atendidas 60 jovens nos turnos manhã e tarde, sendo ainda restam vagas e que que as inscrições ainda estão abertas. Os interessados deverão procurar diretamente o CRAS e a Secretaria Municipal de Assistência Social para fazer suas inscrição.
 

19 / 03 / 2019

A prefeita Vilma Lima (PT), participou do I Encontro de Associações Municipais do Nordeste Brasileiro, promovido pela Associação Piauiense de Municípios (APPM), em parceria com as nove entidades municipais nordestinas, nesta segunda-feira (18) em Teresina. 
 
O governador do Estado, Wellington Dias; presidente da CNM, Glademir Aroldi; representantes da bancada federal e do poder legislativo piauiense, presidentes das associações microrregionais e diretores das APPM participaram da reunião técnica, que teve como principal objetivo discutir e unificar uma pauta municipalista da região.
A Carta do Nordeste, como foi denominado o documento, é uma pauta de reivindicações da região e que será entregue à Presidência da República, Congresso Nacional e ao Supremo Tribunal Federal (STF), durante a XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, que acontece de 8 a 11 de abril.
 
Dentre os temas que foram discutidos estão a Atualização dos Programas Federais, Cessão Onerosa de gás e petróleo, Royalties do Petróleo,1% do FPM para o mês de setembro e a Regulamentação Legal das Associações de Municípios. Ao final do encontro, os prefeitos assinaram a Carta do Nordeste e acrescentaram ao documento algumas outras reivindicações.
Atualmente a prefeita é membra titular do Conselho Fiscal da APPM, eleita por aclamação juntamente com o atual presidente da associação Jonas Moura, em dezembro último, com o compromisso de defender e fortalecer as pequenas prefeituras.
 
Confira Carta do Nordeste: 
Carta do Nordeste
 

18 / 03 / 2019

A prefeita Vilma Lima (PT) de São João do Arraial encomendou recentemente ao arquiteto parnaibano Nelsinho Pires, projetos para criação de espaços de lazer e entretenimento nas comunidades Cabaceiros e Marajá, ambas à cerca de 5km da sede do município. 
 
Os projetos preveem a construção uma quadra de areia na localidade Marajá com bancadas, espaços de passeio e urbanização. No local existe atualmente um campo de futebol desativado que já foi largamente utilizado para realização partidas de campeonatos e outros eventos até a construção de outro campo em um local vizinho.
 
Já na comunidade Cabaceiros será construído uma praça com integração para o coreto, o posto de saúde e a Igreja da comunidade. Ambos os espaços já são largamente utilizados pela comunidade para atividades de lazer e entretenimento.
 
Vilma Lima explica que, ambos os espaços, servirão como complexos de lazer e entretenimento comunitários, que também, poderão ser utilizados para à práticas de atividades de saúde, lazer, esportes, entretenimentos e organização comunitária.
 
Segundo a prefeita, um dos maiores empecilhos para estruturação de projetos em ambas as localidades é a regularização fundiária. A maioria dos imóveis existentes hoje, em São João do Arraial, não possuem registro de imóveis, fator que dificulta a edificações e apresentação de projetos.
 
Nos últimos meses a prefeita realizou uma verdadeira ofensiva nos cartórios do registro de imóveis nas cidades de Matias Olímpio, Luzilândia e Esperantina na tentativa de regularizar os terrenos para dá andamento aos projetos nas comunidades.